quarta-feira, 29 de abril de 2009

(53) NUNCA JULGUE UM LIVRO PELA CAPA!

O mundo até agora está aplaudindo Susan Boyle.
A mais nova de quatro irmãos e seis irmãs, a mãe de Boyle (Bridget Boyle) deu a luz com então 47 anos.
O The Sunday Times descreve que esse foi um parto difícil, na qual Susan ficou brevemente sem oxigênio, sofrendo danos cerebrais. Ela foi diagnosticada como pessoa com dificuldades de aprendizagem.
Nos anos 90 perdeu o pai, os irmãos foram embora e ela cuidou da mãe que faleceu em 2007.
A mãe foi sua maior incentivadora, mas só deixou de cantar na igreja e participar de concursos locais depois da partida da mãe.
Susan ainda mora na casa de quatro cômodos com seu gatinho e, com certeza, sua vida jamais será a mesma, desde sua aparição em 11 de abril no programa Britain's Got Talent,
Susan gravou uma versão de “Cry me a river” para um CD de caridade produzido em 1999 na escola de Whitburn, West Lothian Esta gravação foi lançada na internet na semana passada e despertou elogios de crítica, como o do New York Post escrevendo que Susan não é apenas cantora de uma única música.
Proseguiu afirmando que a importância do CD é tamanha que as mil cópias produzidas irão disparar de valor pelo cárater de obra de colecionador. Outros periódicos ressaltaram também de maneira positiva o desempenho da cantora
Susan se inscreveu no programa e foi convocada para a audição que ocorreu em Janeiro em glasgow e foi ao ar no último dia 11 de abril e impressionou cantando “ I Dreamed a Dream "do musical Os Miseráveis, sendo apaludida em pé e deixando os jurados exigentes e incrédulos com sua humildade e aparência em estado de choque.
Ela rejeitou se produzir e percebendo que os jurados e a platéia reprovvam sua aparência , ela falou:


“ EU SABIA O QUE ELES ESTAVAM PENSANDO,MAS PORQUE ISSO ME PREOCUPARIA SE EU SEI CANTAR? NÃO É UM CONCURSO DE BELEZA”
Susan Boyle está em todos os veículos de comunicação, tem 47 anos e afirmou nunca ter sido beijada.
Vamos ver até quando?
Achei maravilhoso o que vi.
Como sempre digo, com humildade e simpatia o SER HUMANO vai longe e sempre surpreende.
Fica a reflexão:
“Nunca julgue um livro pela capa”, você pode se surpreender pelo conteúdo que se encerra nele.
Beijão no coração e...


TCHAU...PARDAL...FUI!

5 comentários:

Pedro Anselmo disse...

Realmente essa tal de Susan veio pra ficar e surpreendeu a todos que a trataram com descaso e chacota, alás, tem muita gente surpreendendo, inclusive você na câmara.
Parabéns e bom feriado

conexao-politica LORENA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
conexao-politica LORENA disse...

Vi esta reportagem na rede record... realmente uma lição de vida.

Não devemos mesmo julgar um livro pela capa e sim pelo conteudo: mais devemos sempre lembrar que o lobo vem disfarçado de ovelha.
Muitas vezes também um livro de capa bonita, criativa, com titulo inteligente,e que parece ter um conteudo capaz de nos transmitir algo de util, pode ser propaganda enganosa...
abrimos, encontramos uma introdução impolgante, mais nas paginas seguintes encontramos a mesma mesmice de sempre, e quando sentimos que fomos enganados oque fazer? o melhor e fechar o livro e procurar outros mais interessantes na biblioteca da vida.

susan é um livro de capa aparentimente "antiga e utrapassada, longe dos padroes modernos do mundo comteporaneo cada vez mais exigente" mais guarda em seu conteudo um "talento" divino...
temos de nos valer de historias como a dela pra buscar otimismo, entusiasmos, pra enfrentarmos os obstaculos do dia a dia.
porque:

" as vezes parece que uma grande vontade,cria não só oportunidades, mas seus próprios talentos"

conexao-politica lorena
um livro para muitos sem capa, mas para todos, com conteúdo.

Luciana Almeida disse...

Também fiquei apaixonada por ela, no bom sentido, rsrsrsrsrs.
Parabéns de novo amigo.
Boa semana!

Verusca Brandão disse...

Fantástico! Realmente não devemos avaliar um livro somente pela capa. O conteúdo é que faz a diferença!!! Acompanhei este episódio, e o semblante na face dos jurados foi tão assustador, que foi até engraçado! Mas, assim que Sra Susan começou a cantar, definitivamente encantou a todos. É o que acontece com a nossa humanidade. Nossa humanidade criou hábito de julgar as pessoas pela aparência, estiriótipo e defeitos. O que é muito ruim, pois todos nos temos talentos a serem notados e qualidades a serem observadas.
é muito triste tudo isso, pois assim temos uma parecela de visão desse cenário daqui uns 30 anos.
Babado !!! rs